Dicas

Cota de 500 dólares dos Estados Unidos na alfândega do Brasil

Saiba tudo sobre a cota de 500 dólares que cada pessoa tem direito para trazer de compras e produtos dos Estados Unidos para o Brasil. Entendendo bem as regras, você vai ver que a cota acaba sendo maior e que dá para fazer bastante compras por lá! Confira:

Aeroporto Orlando

E se você está planejando viajar para a Flórida, não deixe de ver também as matérias de como economizar muito em sua viagem a Miami e como economizar muito em sua viagem a Orlando. São várias dicas importantes que vão fazer você economizar MUITO na sua viagem, em todo o planejamento e em tudo o que for fazer por lá. Dá para gastar muito menos e aproveitar para curtir muito mais.

Cota de produtos em dólares para trazer dos EUA

Na teoria, cada pessoa que viaja para Miami, Orlando ou qualquer outra cidade dos EUA, só pode trazer o equivalente a 500 dólares em produtos importados – o que trouxer além disso deve ser declarado e pago em um imposto sobre cada item que passar da cota. O lado bom é que crianças também entram nessa cota, então se tiver filho, pode trazer mais 500 dólares além dos seus.

O que não está incluso na cota de 500 dólares?

Existem itens que são classificados como de uso pessoal e que não estão inclusos nessa cota. É uma ótima notícia, pois sem eles, sua cota estouraria bem rápido. Os produtos abaixo não entram na cota e são classificados como de uso pessoal, então você pode comprá-los tranquilamente. Mas lembre-se de tirar a etiqueta, caixas e afins.

– Livros, roupas e sapatos sem etiquetas, e produtos de higiene e beleza
– 1 Câmera Fotográfica
– 1 Relógio
– 1 Óculos

Desembarque internacional - Brasil

Se a câmera fotográfica, o relógio ou o celular estiverem na caixa por exemplo, eles serão sim tarifados. A dica é tirar tudo da caixa e retirar todas as etiquetas dos produtos. No caso do celular e da máquina, tire algumas fotos na viagem e personalize o fundo de tela com sua foto, para deixar claro que é para seu uso. E, claro, atente-se ao bom senso: não traga muitas peças de roupas ou produtos iguais. A quantidade tem que fazer sentido com a quantidade de pessoas e dias que ficou por lá. Veja também nossa matéria da quantidade de produtos que podem ser trazidos dos EUA

Desembarque no Aeroporto de Guarulhos

Uma dica é que existe também a Cota do 500 dólares do Free Shop, que é uma cota de mais 500 dólares, além desses 500 dólares, mas só vale para o Free Shop de desembarque, no caso, o Free Shop do Brasil. Então se quiser trazer mais coisas, deixe uma parte para comprar no Free Shop daqui. Você pode até entrar antes no site e deixar produtos reservados para retirada na data em que você chega.

E se eu exceder a cota?

Devo pagar impostos? Devo declarar? Se você exceder a cota e estiver trazendo mais de 500 dólares dos Estados Unidos, o que é muito fácil de acontecer quando se vai para Miami e Orlando, na hora em que receber o formulário no voo, você deve marcar a opção a declarar as compras. Quando chegar ao aeroporto do Brasil, você passará pela fila da alfândega no aeroporto, e o fiscal abrirá a mala e calculará os impostos. O imposto é de 50% sobre o valor do que passar os 500 dólares. Então, se as compras somarem 600 dólares, você ultrapassou 100 dólares, portanto deve pagar 50 dólares de imposto.

Malas de viagem

Muitas pessoas que passam um pouco da cota arriscam não declarar e passam tranquilamente pela alfândega. Mas se você tiver excedido 100 dólares, não declarar e for parado na alfândega do aeroporto, você pagará, além dos 50% de imposto, mais 50% de multa.

Muito mais dicas de Orlando no Youtube!

Está gostando da matéria? Não deixe de visitar também o nosso canal no Youtube. Tem vários vídeos incríveis de Orlando e Miami, com muito mais dicas, para te ajudar a planejar toda a sua viagem. Se quiser, clique aqui para se inscrever no canal, aqui para ver a playlist com todos os vídeos de Orlando, ou ainda aqui para ver a playlist com todos os vídeos de Miami. Esse vídeo é o mais assistido do canal:

Como economizar muito em Orlando: vídeo

Dicas para aproveitar melhor sua viagem à Flórida

Agora que você já viu tudo sobre a cota de 500 dólares dos Estados Unidos na alfândega do Brasil, uma dica legal e que faz a diferença na viagem é sobre o aluguel de carro. As praias, shoppings, outlets, parques e pontos turísticos são bem afastados entre su, e para aproveitar muito mais sua viagem, um carro é essencial. Se quiser, veja nossas dicas incríveis de como alugar carro barato em Miami e Orlando, com tudo o que você precisa saber do assunto e dicas de como encontrar preços imbatíveis usando comparadores. É muito mais barato do que as pessoas pensam, e vale a pena, pois dá até para ir para outras cidades vizinhas!

Aluguel de carro em Miami e Orlando

Como usar o celular em Miami e Orlando?

Poder usar seu celular na viagem é algo extremamente útil e necessário, já que com ele você pode pesquisar sobre praias, pontos turísticos, acessar os aplicativos de cupons de desconto, conferir a previsão do tempo e até usar o GPS, economizando o aluguel deste equipamento para o carro. Além de, claro, estar conectado nas várias redes sociais e WhatsApp! Por isso, selecionamos as melhores dicas de como usar o celular à vontade nos EUA, e indicamos a forma mais barata de usá-lo o dia inteiro e em qualquer lugar dos EUA. Com a internet do celular funcionando, você consegue pesquisar tudo sobre a cota de 500 dólares dos Estados Unidos na alfândega do Brasil!

Dica do celular em Miami e Orlando

Não se esqueça do Seguro Viagem Internacional

Outra dica é não esquecer de fazer o Seguro Viagem Internacional de jeito nenhum, pois ele é importantíssimo e ninguém deve sair do Brasil sem fazer um. Se quiser, veja nossa matéria de Seguro Viagem para os EUA, que tem dicas de como fazer um bom seguro conseguindo um preço incrível. É super barato e vale muito a pena.

Veja outras matérias imperdíveis de Miami ou Orlando:

Tags:

19 comentários

  1. Ótima matéria.
    se eu ultrapasse mais esse valor de 500 dólares por exemplo para 2.500 dólares em cada 100 dólares que eu ultrapassar eu pago uma taxa de 50 dólares ?

    1. Olá Gustavo, é exatamente isso. Está correto.

  2. Eu quero comprar um computador, mas ele completo sairia por $855 ( o que ultrapassaria a cota máxima ) mas se eu comprar as peças separadas cada uma abaixo de 500 dólares cada , posso passar?

    1. Olá Phelipe, quando passa um pouco assim da cota, você pode tentar passar normalmente pela alfândega. Nós passamos algumas vezes, sem problemas. Dificilmente você será taxado, mas claro que pode infelizmente acontecer. As peças separadas só funcionaria se você for viajar com mais alguém e você trazer algumas e a pessoa outras. Ai divide entre a cota dos dois.

  3. o meu caso passou $150 como sera feito a cobranca?

  4. Se eu comprar acessorios para um tablet nos eua isso entra para as cotas de $500?

    1. Olá, entra sim por ser eletrônico.

  5. Ola, Eu pretendo comprar um produto eletrônico, um microfone sem fio no valor de $155. na caixa virá o microfone e o receptor.
    Haverá taxação desse produto?

    1. Olá! Por se tratar de eletrônicos, existe o risco sim do produto ser taxado.

  6. Olá!
    Como vou viajar com minha esposa, posso trazer uma TV de $980 somando as duas cotas de $500?
    Ficaria dentro da cota somada de $1000 ou a cota é individual e não pode ser somada?

    1. Olá! Infelizmente, não é possível somar as cotas. Como se trata de uma TV, provavelmente um dos dois terá que declarar o valor a mais. Mas muitas vezes, mesmo pagando essa taxa a mais, continua valendo a pena comprar por lá!

  7. Já entendi que a cota de um brasileiro é de $500 dólares.
    Qual é a cota para um americano vindo para o Brasil ??? Ele tem limite também

    1. Olá! O americano que vem ao Brasil não precisa entrar em nenhuma cota, porém, os fiscais de aeroporto podem barrar produtos suspeitos (aqueles que são proibidos nos voos) ou pedir para que o passageiro declare seus bens para certificar que eles voltarão ao país de origem, caso esteja viajando com grande quantidade de aparelhos eletrônicos etc.

  8. Brasileiro com greecard residente nos EUA que volta a passeio, é considerado americano e nan tem cota?

    1. Olá! Não podemos te dar certeza, mas é possível que haja a cota sim. Porém, vale reunir documentos que comprovem a sua permanência, como prova de frequência à universidade, contrato de trabalho ou de aluguel, e tentar a isenção da taxa.

  9. Olá pode me dizer se compensa comprar eletrônicos e pagar pela entrega?

    1. Olá! Depende muito do eletrônico e do preço que você for pagar na entrega. Por exemplo, promoções e Black Friday costumam valer muito a pena! No geral, a entrega não costuma ser cara, dependendo da distância, mas geralmente vale a pena sim.

  10. Oi, um nintendo switch é portátil e de uso pessoal, entra na cota?

    1. Olá Pedro! Você pode tentar deixar a caixa e ir apenas com ele, mas infelizmente existe a chance sim de ele ser taxado, por ser um eletrônico. É o mesmo caso do celular.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *